Após chamar petistas de babacas, Cid Gomes diz que Haddad é 'o menos ruim para o Brasil'

O senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) se viu fazendo campanha para o presidenciável que considera o "menos ruim para o Brasil" neste sábado (20).
Foi assim que descreveu Fernando Haddad (PT) enquanto distribuía adesivos com o nome do petista em Sobral, no Ceará, berço político dos Ferreira Gomes.
Aos eleitores, disse que não deviam criar muitas expectativas, mas que deviam votar em Haddad, para evitar que Jair Bolsonaro (PSL) chegue ao poder —candidato que considera uma "aventura obscurantista".
Em evento de apoio a Haddad na última segunda-feira (15), Cid cobrou da direção do PT que se desculpe pelos erros que cometeu. Foi vaiado pela plateia e ouviu um grito de "Lula livre", ao qual respondeu que "o Lula tá preso, babaca". Ele ainda disse que o partido merece perder caso não faça uma autocrítica.
Em Sobral, ele disse que seu projeto ideal é o de ver seu irmão, Ciro Gomes (PDT), derrotado nas eleições no primeiro turno neste ano, presidente. "Ciro presidente, se não é agora, será se Deus quiser, em 2022."



Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário