Bolsonaro quer reformar Bolsa Família e adiar corte de beneficiário que arrumar emprego

Foto: Divulgação
A equipe do candidato a presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, vai fazer novo aceno aos eleitores de baixa renda que usa o Bolsa Família. 
De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a equipe vai disseminar que ele deve implementar logo no primeiro ano de gestão a reforma no programa.
Além disso, ele, se eleito, vai criar o sistema de “escadinha” para cortar o recurso do beneficiário que conseguir emprego. Integrantes da campanha dizem que o fato de a pessoa perder a assistência se conseguir um trabalho desencoraja beneficiários a buscar outra fonte de renda.
Eles sugerem que, ao ingressar no mercado, a pessoa mantenha 75% do valor da bolsa no primeiro ano. Com isso, a perda seria escalonada.
Bahianoticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário