Bolsonaro rebate PT e acusa PSOL de tentativa de assassinato

O candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro (PSL) acusou o PSOL de tentativa de assassinato. "Um dos ex-filiados de seu partido de apoio, o PSOL, tentou nos assassinar", diz o texto publicado pelo presidenciável através do seu perfil no Facebook para responder às acusações feitas pelo PT, de que ele teria financiado a propagação de mensagens de WhatsApp com doações empresariais ilegais e ilícitas.
Bolsonaro rebateu as afirmações do Partido dos Trabalhadores em duas publicações. Na primeira, afirma que a sigla adversária no segundo turno "desconhece e não aceita" apoio político voluntário. "Somos a ameaça aos maiores corruptos da história do Brasil. Juntos resgataremos nosso país", disse.
"O PT não está sendo prejudicado por fake news, mas pela VERDADE. Roubaram o dinheiro da população, foram presos, afrontaram a justiça, desrespeitaram as famílias e mergulharam o país na violência e no caos. Os brasileiros sentiram tudo isso na pele, não tem mais como enganá-los", publicou o candidato.
BN 

Nenhum comentário:

Postar um comentário