Câncer de mama já matou 217 mulheres, entre janeiro e setembro, em Salvador

O câncer de mama já matou 217 mulheres em Salvador entre janeiro e setembro deste ano. De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde, apesar do grande número de casos da doença, a quantidade de mamografias feitas ainda é muito pequena.
São 65 mil vagas disponíveis gratuitamente este ano, na rede municipal, mas apenas 25 mil foram preenchidas.
Com o objetivo de combater um dos tipos de câncer que mais matam mulheres em Salvador, a SMS vai intensificar as ações de diagnóstico precoce e prevenção da doença, para cidadãs entre 50 e 69 anos, durante o Outubro Rosa.
As interessadas em realizar a mamografia podem procurar um dos 126 postos da rede municipal. É preciso levar documento de identificação com foto e cartão
do SUS para avaliação médica e de enfermagem. No local, as pacientes vão ser encaminhadas para o setor médico que atenda à necessidade de saúde apresentada. (metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário