Avião com médicos cubanos sai de Salvador para Havana

Um grupo de médicos cubanos que atuava na Bahia embarcou no Aeroporto Intenacional de Salvador na noite desta quarta-feira (28) com destino à Havana, segundo informações divulgadas pela concessionária Vinci Airports, que administra o terminal.
Segundo a empresa, o voo da companhia aérea Cubana de Aviación partiu às 21h43 da capital baiana, com cerca de 200 passageiros. A previsão de decolagem era às 20h30, mas houve um atraso.
Além do embarque desta quarta, outros dois voos estão previstos para a quinta-feira (29). As decolagens devem ocorrer às 20h30 e 23h.
De acordo com a Vinci Airports, antes de definir os horários, a companhia cubana havia solicitado outros, que, no entanto, não estavam disponíveis. Com isso, a empresa aérea fez ajustes para decolar em horários adequados.
Os cubanos começaram a deixar o país após decisão de Cuba de abandonar o
programa Mais Médicos no último dia 14, alegando declarações 'ameaçadoras' do presidente eleito Jair Bolsonaro.
Com a saída dos cubanos, o Ministério da Saúde precisou abrir edital para contratação de novos médicos. As inscrições vão até o dia 7 de dezembro pelo site do programa. Os médicos inscritos têm até 14 de dezembro para se apresentar.
Só na Bahia, são ofertadas 853 vagas no programa. Até a segunda-feira (26), doze médicos ja tinham começado a trabalhar no estado. Ainda não há uma lista atualizada.
Segundo o ministério, os profissionais contabilizados até a segunda foram alocados em 10 cidades do estado: América Dourada, Central, Feira da Mata, Itabuna, Jequié, João Dourado, Santa Maria da Vitória, Santo Estevão, Seabra e Uauá.
Com exceção de Central, que recebeu três médicos, cada um dos outros nove municípios têm, até então, um profissional do programa em atuação.


*G1/Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário