Bahia bate o Ceará de virada e dispara no Brasileirão

O Esporte Clube Bahia venceu o Ceará, na noite desta última quarta-feira (14), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com objetivos distintos na competição nacional, o tricolor baiano bateu o alvinegro cearense, por 2 a 1, de virada, e subiu na tabela do torneio. Calyson abriu o placar para o Vôzão, Zé Rafael buscou o empate para a equipe mandante e Edigar Junio virou.
Com o resultado, o Bahia sobe para a 10ª posição da tabela e agora acumula 44 pontos. Já o Ceará, cai para a 16ª posição do Brasileiro, com 38 pontos conquistados.
Na próxima rodada o Esquadrão enfrenta o Atlético Mineiro, no Independência, em Belo Horizonte, no sábado (17), às 20h (horário de Salvador).

PRIMEIRO TEMPO
Bahia e Ceará protagonizaram uma partida movimentada na Arena Fonte Nova. Nos minutos iniciais, parecia que os anfitriões teriam uma partida tranquila, até o alvinegro abrir o placar. Aos sete minutos, Ricardinho matou no peito, lançou para Samuel Xavier, que cruzou. A bola desviou em Léo e sobrou para Calyson abrir o placar.
Aos 11 minutos, o volante Elton, pendurado, foi advertido com um cartão amarelo por falta em Richardson e não joga contra o Atlético Mineiro na próxima rodada.
Após o gol sofrido, o Esquadrão se lançou para o ataque em busca do empate. O elenco tricolor investiu seus ataques pelo lado esquerdo do campo. Léo, Zé Rafael e Ramires participaram bastante na etapa inicial. Antes do término do primeiro tempo, após bela troca de passes na intermediária, Elton cruzou para Zé Rafael que, de cabeça, mandou para o fundo das redes igualando o placar. O camisa 10 estava desde agosto sem balançar as redes.

SEGUNDO TEMPO
A equipe visitante deu mais trabalho para o Bahia na volta do intervalo. A equipe tricolor teve mais posse de bola mas não conseguiu pressionar o rival como na primeira etapa. Aos 22 minutos, Léo caiu no gramado e teve que ser substituído por Paulinho alegando cansaço muscular. Logo depois, aos 25, Douglas Grolli foi substituído por Jackson na defesa.
Os dois clubes pouco criaram em relação a primeira etapa. Aos 36 minutos, Enderson Moreira fez a última alteração sacando Zé Rafael para a entrada do meia Vinícius. Quando o resultado parecia definido, Vinícius mandou para Bruno, que recebeu na área e botou na frente para Edigar Junio desviar de letra para o fundo do gol aos 47 minutos.
“É uma emoção muito grande, é de arrepiar. Muitas vezes acontecem certas coisas que a gente não merece. Agradeço a Deus por me dar força. Agradecer ao grupo pela força. Bahia sempre com emoção e vamos que vamos. Vamos mirar coisas grandes, mas com os pés no chão, para com humildade conquistar”, afirmou Edigar Junio após o fim da partida.


*Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário