Bolsonaro considerou normal declaração sobre disseminação de conteúdo

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje (13) que considerava “normal” as respostas transmitidas pelas empresas de mídias sociais à Justiça Eleitoral, informando que sua campanha não pagou pela disseminação de conteúdo. Ele negou ter tratado sobre o tema com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, durante visita nesta tarde.
“Não conversei sobre isso”, disse o presidente eleito. “Nunca impulsionei nada. A notícia plantada foi para me prejudicar”. No jargão jornalístico, notícia plantada é aquela sem sustentação de fatos nem dados.

As respostas do Facebook e Twitter foram transmitidas após o ministro do TSE Luís Roberto Barroso, relator da prestação de contas de Bolsonaro, solicitar as informações às empresas, especificamente sobre eventual pagamento pelo impulsionamento de conteúdo.
Facebook, Instagram e Twitter também informaram que poderiam fornecer informações de páginas e contas, além das páginas oficiais registradas no TSE.




*EBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário