Morre oitava vítima de acidente entre carreta e ônibus que seguia para concurso de fanfarras na Bahia

Morreu nesta quinta-feira (29) a oitava vítima da batida entre uma carreta e um ônibus que transportava estudantes que seguiam para um concurso de fanfarra, na Bahia. Flávio Solano Teixeira Messias, de 21 anos, estava internado no Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, desde o acidente ocorrido no domingo (25), na BR-116, em trecho da cidade de Santa Bárbara.
O ônibus partiu da cidade de Euclides da Cunha, a cerca de 300 km de Salvador, e tinha Antônio Cardoso, cidade vizinha a Feira de Santana, como destino.
A prefeitura de Euclides da Cunha emitiu nota de pesar pela morte de Flávio. A cidade esteve em luto de três dias por conta do acidente.
De acordo com a prefeitura, Flávio Solano estava internado em estado grave após sofrer traumatismo craniano e muitas queimaduras pelo corpo. O jovem morava na cidade Uauá, na região norte do estado, que também publicou nota
de pesar.
De acordo com a prefeitura de Euclides da Cunha, os pais de Flávio optaram pela doação dos órgãos dele. Ainda não há informações sobre o sepultamento do jovem
Já com relação aos sobreviventes, conforme a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), seis vítimas seguem internadas em hospitais de Feira de Santana e uma está no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.
A sétima vítima do acidente, o motorista do ônibus Orlando Mota Ferreira, foi enterrada na manhã de quarta-feira (28), no cemitério municipal de Euclides da Cunha. Outras cinco vítimas foram sepultadas na segunda-feira, também em Euclides da Cunha. Elas foram identificadas como Fernando Andrade de Almeida, 29 anos; Jeferson Conceição dos Santos, 30; Rafael José Silva Souza, 26; Rodrigo Carvalho Santos Brandão da Silva, 38 e Marcos Silva Brito, 37 anos.
A outra pessoa morta no acidente foi Eurides Cardoso, de 63 anos, o condutor da carreta, que era natural da cidade de Conchal (SP). O corpo dele foi transferido para São Paulo após o reconhecimento do corpo feito pelos familiares.


*G1/Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário