São Paulo - Sistema Cantareira completa 3 meses em estado de alerta

O Sistema Cantareira completa nesta quinta-feira (1º) três meses em estado de alerta ou seja, operando com volume igual ou menor do que 40%. De acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), nesta quarta-feira, o volume era de 34,5%.
No dia 28 de julho, o sistema passou a operar com 40% de capacidade. O estado de alerta passa a valer no primeiro dia do mês seguinte. Na prática, a determinação do estado de alerta reduz a quantidade de água que a Sabesp pode retirar do manancial de 31 mil litros por segundo para 27 mil litros por segundo.
O Cantareira é o maior reservatório de água da região metropolitana e abastece cerca de 7,5 milhões de pessoas por dia, 46% da população da região
metropolitana de São Paulo, segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), órgão que regulamenta o setor.
Nos últimos 13 meses, a Companhia diz ter poupado mais de 27% do que estava autorizada a retirar do sistema. Se não tivesse adotado a medida, segundo a Sabesp, o Cantareira estaria atualmente com 6% da capacidade, não com 34,6%.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário