Defesa de Lula pede autorização para que ex-presidente acompanhe velório do neto

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva formalizou o pedido de autorização para que ele acompanhe o velório e sepultamento do neto dele, Arthur Araújo Lula da Silva. O garoto de 7 anos morreu nesta sexta-feira (1º) vítima de meningite menincogócica após dar entrada em uma unidade de saúde de Santo André (SP).
Lula está preso desde abril de 2018 em Curitiba (PR), onde cumpre pena de 12 anos e um mês no caso do tríplex do Guarujá (SP). Este é o segundo pedido de autorização para acompanhar um velório feito pela defesa do ex-presidente. No final de janeiro, os advogados de Lula pediram que o petista fosse autorizado a se despedir do irmão Genival Inácio da Silva, mais conhecido como Vavá.

À época, a juíza Carolina Lebbos negou o pedido, porém a defesa conseguiu a liberação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que Lula fosse ao velório. No entanto, como a decisão foi tomada após o enterro, o ex-presidente optou por não se deslocar até São Bernardo do Campo.



*Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário