Instagram supera Messenger em frequência de uso no Brasil

A mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre mensageria móvel no Brasil, com oferecimento da Infobip, revela que o uso do Instagram está crescendo no Brasil, um aumento percebido neste e em outros relatórios da pesquisa. O aplicativo está instalado em 65% dos smartphones de internautas brasileiros, se aproximando do Facebook Messenger, que nos últimos seis meses diminuiu sua penetração de 73% para 69%.
A maioria, 84% dos brasileiros que têm o Instagram em seus aparelhos, abre o app do Instagram todo dia ou quase todo dia. Segundo Fernando Paiva, editor do Mobile Time e coordenador da pesquisa, este número é chamado de "Grau de fidelidade", um novo parâmetro que a pesquisa passou a medir a partir desta edição.
"A proporção de usuários que abrem um aplicativo todo dia ou quase todo dia representa uma base fiel, que dificilmente vai desinstalá-lo tão cedo" comenta Paiva. "O Instagram ainda está longe do WhatsApp (97%) nesse aspecto, mas está melhor que o Telegram (63%) e que o Facebook Messenger (62%)".
Ainda de acordo com a pesquisa, apenas 3% da base do Instagram declara que nunca ou quase nunca abre o app. Esta é a proporção com risco de desinstalação, outro novo parâmetro que passará a ser monitorado por esta pesquisa. O Instagram está abaixo do WhatsApp, no qual apenas 0,6% da base afirma abrir nunca ou quase nunca o aplicativo. Porém, mais uma vez, está melhor que Messenger (10%) e Telegram (10%).

Facebook Messenger em queda
Enquanto o Instagram está em ascensão, o Facebook Messenger vem perdendo popularidade entre os usuários. O percentual de smartphones com o app instalado no Brasil caiu de 73% para 69% em seis meses. No mesmo intervalo, seu grau de fidelidade diminuiu de 67% para 62%.

WhatsApp está pronto para as vendas
Paralelamente, o WhatsApp mantém a sua hegemonia no segmento de mensageria móvel no Brasil, instalado em 97% dos smartphones e utilizado todo dia ou quase todo dia por 97% da sua base. O app está cada vez mais preparado para ajudar os usuários e as empresas nas relações de compra e de relacionamento. Segundo Fernando Paiva, o que merece atenção é a crescente utilização do aplicativo como canal de comunicação entre marcas e empresas. "Um ano atrás, em janeiro de 2018, 55% dos usuários do WhatsApp declaravam já ter conversado com marcas pelo app. Agora, houve um salto para 68%, puxado pelos primeiros projetos no Brasil de envio de mensagens através da API do WhatsApp, lançada oficialmente em agosto do ano passado".

Entre outras descobertas da pesquisa estão:

- A pesquisa também analisou a base demográfica dos usuários. Por exemplo, o Instagram tem um público jovem e feminino em sua maioria;

- A utilização do SMS aumentou, tanto para envio quanto para recebimento de mensagens de texto. Mesmo dentro da margem de erro da pesquisa, o número sinaliza que a ferramenta ainda possui fôlego;

- 62% dos usuários possuem plano pré-pago, contra 23% plano-controle e 15% pós-pago.


*Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário