STM mantém prisão de militares acusados de matar músico

Foto : Reprodução/Facebook
O ministro do Superior Tribunal Militar (STM) Lúcio Mário de Barros Goes decidiu hoje (12), manter a prisão preventiva de nove, dos 10 militares suspeitos de atirar contra um carro, matar um homem e ferir duas pessoas, no último domingo (7) no Rio de Janeiro.
O magistrado entendeu que não há irregularidades na decisão da Justiça Militar no Rio que determinou a prisão dos integrantes do Exército. 

O músico Evaldo dos Santos Rosa foi morto em uma operação do Exército, em Guadalupe, na zona oeste da cidade, quando o carro em que estava com a família foi atingido por mais de 80 tiros disparados pelos militares. 
Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário