Anac recomenda veto da proibição de cobrança por bagagem

A Agência Nacional de Aviação recomendou nessa última quinta-feira (30), em nota técnica encaminhada ao Ministério da Infraestrutura, que o governo vete trecho de projeto de lei aprovado no Congresso que proíbe a cobrança de bagagem pelas companhias aéreas em voos domésticos.
O projeto, aprovado semana passada, permitiu 100% de participação de capital estrangeiro nas empresas aéreas e também retomou a gratuidade de bagagem de até 23 quilos em voos nacionais, e agora aguarda a sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL).
Bolsonaro tem a prerrogativa de vetar partes da proposta, e disse que vai analisar estudos de órgãos vinculados ao governo para decidir se mantém o trecho.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário