Autor de facada em Bolsonaro diz que matar o presidente é sua 'missão'

Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada contra o presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral do ano passado, afirmou em avaliação psiquiátrica que pretende concluir o plano de assassinar o presidente.
Adélio Bispo acrescentou que, além de Bolsonaro, o ex-presidente Michel Temer também é um alvo. Isso porque, segundo o autor da facada em Bolsonaro, tanto o presidente quanto o ex-mandatário do País participam de um "complô maçônico para conquistar as riquezas do Brasil".
De acordo com o que disse em sua avaliação, Adélio acredita que, com a posse de Bolsonaro, seriam mortos "os pobres, pretos, índios, quilombolas, homossexuais, só ficando os ricos maçons dominando as riquezas do Brasil".


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário