IBGE exonera diretor responsável por pesquisas

Em meio ao debate sobre cortes no Censo Demográfico de 2020, a presidente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Susana Cordeiro Guerra, exonerou nesta segunda (6) o diretor de Pesquisas do instituto, Claudio Crespo. Também foi exonerado o diretor de Informática, José Santana Beviláqua.
Para seus lugares, Guerra convidou, respectivamente, o geógrafo Eduardo Rios-Neto e o economista David Wu Tai. O primeiro é professor na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e o segundo, funcionário de carreira do IBGE há 40 anos.

São as primeiras mudanças promovidas na diretoria do instituto desde a posse de Guerra, no fim de fevereiro. A presidente do IBGE foi indicada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e recebeu como missão cortar o orçamento do Censo, cuja previsão inicial era R$ 3,4 bilhões.
No mês passado, Guerra determinou um corte de 25% na projeção. Ela desagradou o corpo técnico da instituição ao dar ao economista Ricardo Paes de Barros, do Insper, a missão de propor alternativas para reduzir os custos da pesquisa.


*Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário