Acusado de matar torcedor do Bahia após BaVi é assassinado em Castelo Branco

O acusado de matar um torcedor do Bahia após um clássico BaVi em abril de 2017 foi executado no bairro de Castelo Branco, em Salvador, na noite deste  último domingo (2). Pietro Henrique Ferreira Caribé Pereira, de 28 anos, estava dentro de um bar quando foi baleado por dois homens que estavam em uma motocicleta.
Policiais da 47ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Pau da Lima) foram acionados e isolaram a área do crime até a chegada do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHP), que investiga o caso.
Pietro chegou a ser preso por sete meses pelo assassinato de Carlos Henrique Santos de Jesus. O jovem, de 17 anos, voltava para casa após um clássico BaVi válido pelo Campeonato Baiano, quando foi surpreendido na Avenida Vasco da Gama, na frente do posto Shell.
O acusado, que fazia parte da torcida “Os Imbatíveis”, foi reconhecido por testemunhas, incluindo o amigo da vítima. Pietro, inclusive, tinha pelo menos duas entradas em delegacias, uma por furto e outra por agressão a um torcedor do Bahia.
Pietro foi solto em novembro do mesmo ano, após a testemunha voltar atrás e dizer não saber ao certo quem efetuou os disparos contra o adolescente após o jogo. Agora, a polícia investiga se há relação entre os dois casos.


*Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário