Advogado de Najila diz que pode deixar caso se não tiver acesso a vídeo completo

O advogado da modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa o jogador Neymar de agressão e estupro, afirmou ontem (8), ao G1, que poderá deixar o caso se ela não apresentar as provas que diz ter contra o atleta. Danilo Garcia de Andrade citou como exemplo o restante de um vídeo que a modelo diz ter gravado, e que, segundo ela, comprovaria a agressão.
Em depoimento à polícia, na sexta (7), Najila afirmou que o vídeo de sete minutos que ela gravou no hotel, no segundo encontro com Neymar, estava em um tablet que foi furtado em seu apartamento, em São Paulo. Policiais especializados realizaram perícia na porta do apartamento da modelo e só encontraram impressões digitais dela e da empregada.
Até agora, só foi divulgado um minuto do vídeo, no qual Najila bate em Neymar. Nos outros seis minutos, segundo ela, haveria elementos que comprovariam que o jogador a agrediu no dia anterior.
Ainda segundo o advogado, Najila relatou a ele que tem provas guardadas num cofre, mas não disponibilizou o material.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário