Após classificação do Brasil, Tite detona gramado da Arena do Grêmio: 'É absurdo'

Após a classificação do Brasil para a semifinal da Copa América, o técnico Tite detonou o gramado da Arena do Grêmio, palco do jogo da noite desta última quinta-feira (27) contra o Paraguai. A partida ficou no empate em 0 a 0 ao final dos 90 minutos, mas na disputa de pênaltis, o selecionado brasileiro levou a melhor sobre o paraguaio e venceu por 4 a 3. O comandante do time Canarinho definiu a condição do campo como absurda.
"É absurdo, em alto nível, ter um campo com tamanha dificuldade para tocar. A bola entra no pivô, o cara tem que dar três toques para tocar. É absurdo. Alto nível não consegue em qualquer lugar. Sem justificar nada. Estou falando do espetáculo, é sempre em dois, três tempos", disparou na entrevista coletiva. "A gente bate pelada, às vezes em gramado sintético, é rápido, a gente brinca. Vi declaração do Renato também a esse respeito.
É inconcebível eu vir na segunda-feira aqui, olhar para o gramado, ver que tem cinco pessoas trabalhando, uma delas de folga, vem na terça-feira, das mesmas cinco, nós vimos. Tudo prejudicado. Nos cobrem acerto de passe e finalização. É um direito, e o técnico tem que vir e responder. Atleta é cobrado por mim. Me deem condições de campo e façam gramados melhores executados para termos uma noção melhor. Porque não sei quando errei. Ali estava bravo. Não vou falar mais sobre isso", continuou.
O adversário do Brasil na semifinal sairá do confronto entre Venezuela e Argentina. O duelo acontece nesta sexta (28), às 16h, no Maracanã. Tite foi questionado sobre qual das duas seleções prefere enfrentar na próxima fase.


*Bahia Notícias


"Qualidade técnica individual muito grande. Como desafio de todas as seleções que têm para adaptar quando tem o melhor do mundo. Messi é inquestionável", respondeu.



O jogo da semifinal envolvendo o Brasil está marcado para a próxima terça (2), às 21h30, no Mineirão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário