Copa América: Argentina empata com o Paraguai e vai decidir vaga na última rodada

Não está fácil a vida do torcedor da Argentina nesta Copa América. Em um Mineirão com maioria a favor, a seleção sofreu, mas garantiu seu primeiro ponto na competição ao empatar por 1 a 1 com o Paraguai, na noite desta última quarta-feira, pela segunda rodada do Grupo B do torneio. Graças a Messi, que fez um gol de pênalti, e ao goleiro Armani, que pegou a cobrança de Derlis González e evitou a segunda derrota em dois jogos da Argentina – Richard Sánchez abriu o placar para os paraguaios. As duas seleções chegam à última rodada com chances de classificação, mas a liderança do grupo, agora, está garantida com a Colômbia.
A Colômbia tem seis pontos e já está classificada em primeiro lugar do Grupo B. Paraguai, com dois, e Argentina e Catar, com um, ainda disputam classificação.

Messi x Gómez e companhia
O duelo entre o craque e o zagueiro do Palmeiras foi bom, com lances de vantagem para os dois lados – o argentino chegou a acertar a perna no rosto do zagueiro em dado momento. Messi, aliás, esteve quase sempre bem marcado por dois, até três jogadores, e só teve respiro mesmo na hora de cobrar o pênalti que originou seu gol. No fim, Gómez saiu satisfeito com o empate; Messi, nem tanto.

O JOGO
O fato de a Argentina ter tido apenas UMA finalização em 49 minutos jogados resume a primeira etapa. A equipe de Lionel Scaloni, sem inspiração no meio-campo, com Messi encaixotado na marcação e ninguém na área para receber cruzamentos, mal levou perigo ao goleiro Gatito Fernández – a única finalização foi uma cobrança de falta de Messi, fraquinha, sem dificuldades para a defesa. As mudanças, portanto, não surtiram efeito e ainda deixaram o Paraguai à vontade para os contra-ataques. Num deles, Almirón arrancou pela esquerda e encontrou Richard Sánchez livre para finalizar e abrir o placar. Na defesa paraguaia, o palmeirense Gustavo Gómez se destacou na marcação a Messi e também nas reclamações.
A entrada de Aguero no intervalo, na vaga de Pereyra, serviu para “encher” a área do Paraguai logo de cara – jogadas mais curtas, aproximação, tabelas rápidas... Na primeira grande chance, Aguero recebeu pela direita, tocou para Lautaro Martínez acertar a trave e, no rebote, ver Messi parar em grande defesa de Gatito. O lance ainda rendeu pênalti por causa de um toque de mão de Piris – Messi cobrou e empatou. O Paraguai se fechou e sentiu o gol sofrido, mas ainda teve a chance da vitória com um pênalti de Otamendi em Derlis González. O próprio Derlis bateu, mas Armani fez grande defesa. No fim, a Argentina ficou com a bola, mas não conseguiu mais levar perigo a Gatito.


*Tribuna da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário