Prefeitura de SAJ aposta na profissionalização nos festejos juninos

A temporada junina em Santo Antônio de Jesus se transformou em um verdadeiro festival, que tem a música como protagonista, mas que também engloba outras manifestações culturais, religiosas e econômicas. Mas foi na gestão atual que esse modelo se profissionalizou de fato, tanto na forma como é realizado quanto na transparência, principalmente no que diz respeito à contratação das atrações e prestadores de serviços.
Desde que começou a preparar o primeiro São João de SAJ sob sua gestão, em 2017, o atual prefeito, Rogério Andrade, instituiu algumas regras que modernizaram e tornaram claras todas as etapas da produção. A primeira delas foi definir que todos os artistas locais fossem contratados via edital e a seleção de quem se apresentaria seria feita por uma comissão. A seleção acontece na procuradoria, por comissão formada por representante do Conselho Municipal de Cultura, por um procurador concursado e por um músico.
Além disso, os cachês de quem se apresenta nos diversos espaços do evento foram equiparados, evitando privilégios de qualquer tipo.  Todos os artistas e bandas, sejam os 18 que se apresentaram no Trezenário, as 12 bandas dos palcos Gonzagão e Dominguinhos, as 20 da Vila do Forró, a do Forró da Criança, a do Forró do Idoso, as 8 do Palco Chico Science ou os 35 grupos que se apresentam nas demais praças, bairros, zona rural, foram contratados via edital e vão receber seus pagamentos de acordo com o local onde se apresentarem.
Em relação à contratação das atrações de porte nacional, a Secretaria de Cultura excluiu as tratativas com intermediários. Essa decisão trouxe uma significativa economia nos últimos três anos, se comparados aos gastos da gestão anterior.

Só para se ter uma ideia, o valor de recursos próprios investidos na contratação dos artistas que se apresentaram em todos os diferentes espaços, incluindo os dois Palcos Principais nos dois primeiros anos da Gestão foram bem menores se comparados com os dois primeiros anos da gestão anterior: em 2017 as contratações custaram R$ 1.720.000,00 para os cofres públicos e em 2018 R$ 1.648.000,00. Comparados os valores com o que foi gasto em 2013: R$ 3.178.206,00 e em 2014: R$ 4.006.276,00, o município conseguiu fazer uma economia de R$ 3.816.482,00.
A economia possibilitou um investimento maior na organização, infraestrutura e segurança da festa, desde 2017, profissionalizando o evento e fazendo com que o São João de Santo Antônio de Jesus recebesse os prêmios por dois anos consecutivos de Melhor Organização, Melhor Estrutura é Maior Visibilidade em concurso realizado pelo Jornal Correio da Bahia e pelo Site São João da Bahia. Um verdadeiro exército trabalha de mãos dadas para o sucesso do evento. Além disso, todas as outras atividade e estruturas que envolvem o São João de SAJ são contratadas através de processo licitatório e desde o primeiro ano qualquer recurso de patrocínio só pode ser captado através de conta específica para esse fim e por pessoas ou empresas credenciadas via edital, ou por representante da gestão.
“Nossa expectativa é fazer um São João ainda melhor que os anos anteriores. Mais uma vez teremos uma festa para todos os públicos, em vários espaços, com atrações musicais e outras atividades, como a Feira de Economia Solidária, e ainda o São Pedro da Sapucaia, também com uma grande estrutura. Trabalhamos intensamente para garantir um evento grandioso sem perder de vista a responsabilidade com os recursos públicos”, afirma o prefeito Rogério Andrade.
Expectativa
A expectativa de público para a temporada junina de SAJ passa de 100 mil pessoas por dia. Para atrair tantos visitantes, a cidade montou uma programação intensa de shows, que vai de 20 a 24 de junho, com nomes como Wesley Safadão, Elba Ramalho, Simone & Simaria e Solange Almeida. São 29 atrações se revezando nos dois palcos principais, além de outras 90 entretendo turistas e moradores nos diferentes espaços da festa, garantindo 250 horas de música.
A maioria das atividades se concentra na Praça do Forró, que ocupa uma área de mais de 30 mil metros quadrados no centro da cidade. Neste espaço, equipado com padrão e tecnologia dos principais festivais de música do país, são montados os dois superpalcos – Gonzagão e Dominguinhos -, que juntos somam quase 120 metros quadrados, e uma estrutura de 10 toneladas de equipamentos. Além, claro, de uma potente plataforma de som e painéis de LED em high definition para que nenhum detalhe passe despercebido.
Esse ano, o São João de SAJ tem como patrocinadores e apoiadores, dentre outros: Bahiatursa, Bohemia, Natulab, Guebor Veículos, Dix, Design Colchões, Copa Ambiental, Loja Santo Antônio, Laboratório Sabin, Shopping Itaguari, FACEMP, MMA, Unimed, Sesc e SETRE/CESOL/UNISOL.
SÃO JOÃO DE SAJ EM NÚMEROS
Área de show de 30 mil m²
Mais de 250 horas de shows         
2 palcos principais
29 atrações nos palcos principais
90 atrações locais nos outros espaços
Expectativa de mais de 100 mil pessoas por dia
97 barracas padronizadas para comercialização de comidas e bebidas
Cerca de 10 toneladas de equipamento
SERVIÇO
São João de Santo Antônio de Jesus 2019
Quando: 20 a 24 de junho
Onde: Espaço do Forró - Centro da cidade
ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário