Salvador recebe Mundial de Vela Jovem em dezembro de 2020

O último grande ato, dos quatro anos de administração do Yacht Clube da Bahia (YCB), na gestão do comodoro Marcelo Sacramento foi ‘sacramentado’, nesta última sexta-feira 28, com a solenidade de assinatura do ‘Protocolo de Intenções’ para a realização, entre os dias 6 e 12 de dezembro de 2020, do Campeonato Mundial de Vela Jovem previsto para acontecer nas águas da Baia de Todos-os-Santos, na praia de Inema, Base Naval de Aratu, Salvador-Bahia.
Com parceria da Marinha do Brasil, apoio da Prefeitura Municipal de Salvador e do Governo do Estado, através da Secretaria de Turismo (Setur), o evento contará, ainda, com as participações da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), da Federação de Esportes Náuticos do Estado da Bahia (Feneb), da Salvador Destination e do Yacht Clube da Bahia (YCB).
“Estamos trazendo para a Bahia, em especial, para Salvador, a competição esportiva de vela mais importante deste segmento esportivo. E vocês vão se emocionar em assistir as disputas, assim como eu me emocionei ao ver nos Estados Unidos. Os barcos são todos zero km, vindos diretamente das fábricas para cair nas águas. A competição vai trazer velejadores de 70 países dos cinco continentes e a cidade de Salvador deverá receber mais de 2000 pessoas entre atletas, técnicos, juízes e acompanhantes”, declarou o ex-comodoro Marcelo Sacramento.

APLAUSOS
Partiu do vice-almirante Marcelo Campos os primeiros aplausos pela iniciativa do Yacht Clube e o próprio militar se colocou parceiro do evento, dizendo: “É um reforço para a mentalidade marítima da região e a valorização da Amazônia Azul, que hoje movimenta uma economia de R$ 2 trilhões. Para aqui (Salvador) virão atletas de renome internacional que vão promover a cidade pelo mundo a fora”, sintetizou.
O presidente da CBVela, Marco Aurélio Ribeiro revelou que o impacto de um campeonato desse porte valoriza Salvador em todos os aspectos. Mas fez questão de frisar que os atletas existem porquê, por trás deles existe clubes como o Yacht que vem fazendo um trabalho excepcional, colocando a Bahia em destaque nacional e internacional. Em dezembro de 2020, a cidade de Salvador será a capital mundial da vela”, referendou.
Aplaudiu a Marinha do Brasil por oferecer suas instalações em Inema para a realização da competição. E por esta viabilizando a prática do esporte à vela em todo o pais, militarizando os atletas para dar garantias de desenvolvimento profissional. Não se furtou em elogiar o papel dos governos – que sempre estão por traz das ações oferecendo bolsas esportivas. E finalizou: “A vela põe os locais no mundo turístico”, assim como as federações estaduais possibilitam que o esporte exista e funcione”.
Presidente da Feneb, Marcio Cruz revelou que há mais de vinte (20) anos a Bahia não recebe um campeonato mundial de Vela como o que vai ocorrer. “O Campeonato Mundial de Vela Jovem engloba as classes olímpicas e o Mundial da Juventude engloba as classes da juventude com atletas entre 15 e 19 anos. A World Sailing ( www.sailing.org ) é a entidade máxima da vela (Iatismo) no mundo. Ela é quem autoriza e regula a realização de todos os eventos da vela mundial, nas mais diversas classes, e em todos países e realiza apenas 2 eventos mundiais por ano”,comenta.

GOVERNOS
Subsecretário de Turismo do Estado, Benedito Braga, representando o titular Fausto Franco que está em viagem fora do pais, refletiu: “O esporte é um grande motivador de viagens”. Ao tempo em que reconheceu o YCB como o maior clube náutico do Brasil e lembrou que o governo do estado está com eventos (obras civis) do Prodetur para a Baía de Todos-os-Santos. Aproveitou para anunciar que, em breve, haverá o naufrágio assistido de um velho ferry-boat, nas proximidades da Barra que vai propiciar mergulhos de observação para os apreciadores da fauna marinha.
Secretario Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco, trouxe ao evento as palavras do prefeito ACM Neto, a qual representava. Disse que nos últimos anos, o YCB teve um papel fundamental para o que a gestão municipal está construindo nos últimos seis anos, reconhecendo que somos a 4ª cidade do pais e que faltava uma maior projeção internacional. “O Yacht tem feito muito em nos auxiliar, e por isso, pudemos trazer a regata Transat, em 2017 e, neste ano, a competição internacional deverá finalizar sua disputa nas águas de nossa cidade”.
Claudio Tinoco considera que o Mundial de Vela Jovem será a celebração final do governo de ACM Neto, “o que marcará para sempre a cidade de Salvador” E completou: “O campeonato será mais uma dessas ações finais”. Parabenizou a |Marcelo Sacramento e toda sua diretoria pela gestão inovadora e quer que o mesmo continue “o seu compromisso público e de responsabilidade social em prol deste grande patrimônio mundial que são as águas da Baia de Todos-os-Santos”.

REPRESENTATIVIDADE
Presidente da Salvador Destination, Roberto Duran considerou o campeonato como o maior evento de representatividade de vela do mundo. E valorizou o nível de visibilidade que a Bahia terá em todo cenário náutico no mundo, a partir da sua realização. “Esses e outros bons eventos dão continuidade o que a Salvador Destination tem feito junto com a Prefeitura Municipal para movimentar, cada vez mais, toda cadeia produtiva do turismo”.
Duran destaca, ainda, que eventos deste porte tem que ser realizado com total primazia. Precisamos oferecer o que a Bahia tem de melhor para que haja retorno dos turistas em outras oportunidades. Vamos divulgar ao mundo a nossa melhor imagem para trazer mais emprego e renda para nosso estado”, justificou.
O presidente da Associação Baiana de Imprensa (ABI), Walter Pinheiro realçou o espírito da competição, em colocar o protagonismo dos jovens de até 19 anos, “nesse momento de chamamento das novas gerações para o desenvolvimento do esporte em trodo o mundo! “.
O deputado federal João Roma vibrou em falar do entusiasmo que tem pela Amazônia Azul, “que hoje é mais ampla do que a Amazônia territorial” e encheu de elogios o comodoro Marcelo Sacramento por ele ter colocado o Yacht Clube em um outro patamar de valorização ‘pela sua gestão com total destreza, ampliando os horizontes do clube baiano’. Exortou aos presentes a dar as mãos e usar o mar como vetor da economia, para gerar emprego para quem mais precisa.

AGRADECIMENTOS
Marcelo Sacramento agradeceu a todos pelas contribuições para que ele pudesse fazer uma caminhada exitosa e conquistar os espaços conseguidos. Agradeceu o apoio da Prefeitura Municipal do Governo do Estado e se emocionou ao se dirigir aos atletas do clube e ao técnico da equipe. Encerrou dizendo que se sentia feliz com a certeza do dever cumprido e desejou sucesso ao sucessor.
O novo comodoro Marcelo Gama Lobo reforçou todas as palavras do ex-gestor Marcelo Sacramento e disse que o clube sempre estará atento às questões náuticas. “Nosso interesse continua sendo o esporte, a conservação da Baía e a promoção da cidade de Salvador. “Esta Baia de Todos-os-Santos, denominada pelos indígenas como ‘Kirimurê’, será a capital da Amazônia Azul”. Sobre o evento internacional ele espera o foco maior da imprensa para o clube e, especialmente, para Salvador.


*Tribuna da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário