Bahia tem quase 10 mil mandados de prisão em aberto; mais antigo é de 1998

A Bahia possui a marca de 9992 mandados de prisão pendentes de cumprimento pela Polícia Civil no estado, de acordo com levantamento realizado pelo BNews com base em dados públicos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Desse número, o registro mais antigo que não foi cumprido data de 23 de janeiro de 1998, da 2ª Vara Criminal de Ilhéus. Já o caso mais recente foi registrado em 7 de janeiro deste ano.
O conselho não detalha cada caso. Segundo Maurício Mattos, professor de Processo Penal da FTC, três fatores são importantes para entender a pendência nos cumprimentos: suspeitos foragidos, ausência de cadastro atualizado com os endereços das pessoas e sucateamento da equipe policial.

"O mandado pode ser cumprido até que ainda haja possibilidade do estado efetivar a Justiça Penal. E isso depende dos crimes especificamente, de cada um desses mandados. O prazo máximo é de 20 anos, caso de crimes graves teoricamente, penas superiores a 9 anos", explicou Mattos.
O professor ainda ressalta que existe a possibilidade de interrupção da prescrição, levando em conta a data de apresentação da denúncia contra o suspeito.

Outro lado
Coordenador da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), delegado Ivo Tourinho afirma que a Polícia Civil cumpre cerca de 4 mil mandados anualmente. Segundo ele, já foram cumpridos no primeiro semestre deste ano 2.025 mandados de prisão e 2.032, para serem cumpridos.
"Realizamos 4 a 6 operações por ano para multirão de cumprimento de mandados na Bahia", afirma.
O delegado explica que são cumpridos, então, praticamente todos os mandados que são recebidos anualmente. Porém, os quase 10 mil mandados de prisão pendentes continuam sem resolução.


*Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário