Polícia investiga ameaças contra faculdades de Salvador

O Grupo Especializado de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos (GME), em parceria com a 9ª Delegacia Territorial da Boca do Rio, está investigando ameaças feitas por meio de um perfil no Instagram contra alunos de duas faculdades de Salvador, localizadas na Avenida Paralela.
Como parte da investigação, um mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência de um universitário de 20 anos, indiciado pelo crime de ameaça. Na casa do suspeito, foram apreendidos um notebook, dois netbooks, dois smartphones, um HD externo, um pendrive e um desktop.
A conta responsável pelas ameaças era administrada pelo estudante e outro suspeito, que também teve um mandado cumprido em sua casa, onde nenhum equipamento foi encontrado. Por meio de autorização judicial, foi verificado que os suspeitos trocavam mensagens combinando de mascarar os IPs e excluir o perfil. Segundo o delegado Charles Leão, do GME, isso "indica a tentativa de dificultar uma possível investigação”.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário