Decisão de censura a livro com beijo gay na Bienal do Livro é derrubada pelo STF

O ministro da justiça e presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, aceitou o pedido da Procuradoria-Geral da República em derrubar a medida que autorizou a Prefeitura do Rio de Janeiro a censurar uma obra que estava exposta na Bienal do Livro, que acontece na capital carioca.
A decisão foi proferida na tarde deste último domingo (08), com a declaração de Toffoli “regime democrático pressupões um ambiente de livre trânsito de ideias” falou o ministro, que ainda disse que o beijo gay entre dois super-heróis que está estampado numa edição do HQ “Vingadores – A Cruzada das Crianças” não afronta o Estatuto da Criança e do Adolescente, e por isso não existem razões que expliquem a censura da obra.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, tinha pedido o recolhimento das edições do HQ disponíveis na feira, na última quinta (05).


*Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário