Terapia hormonal causa câncer de mama, alerta estudo

A reposição hormonal é apontada como um possível tratamento para doentes que sofrem de câncer de mama, mas de acordo com um estudo publicado na última quinta-feira (29) no periódico científico The Lancet a terapêutica é, na verdade, uma causa direta desse tumor. Estima-se que só na Europa, cerca de seis milhões de mulheres recorrem a tratamento de reposição hormonal.
A mesma pesquisa alerta que uma em cada 50 mulheres, de peso saudável, que recorre decorre diariamente à forma mais comum desta terapia - estrogênio e progestogênio combinados – durante pelo menos cinco anos – tem uma grande probabilidade de vir a padecer de câncer de mama. Sendo que para este grupo, o risco corresponde a 8,3%.

Já para as mulheres que tomam somente progestogênio o perigo diminui para 7,7%. Ainda menos para as que recorrem unicamente ao estrogênio, com um risco associado de 6,8%.
Ainda segundo a pesquisa, estima-se que 6,3% das mulheres com peso saudável, nos países ocidentais, irão desenvolver câncer de mama ao longo dos 20 anos seguintes à meta dos seus 50 anos, mesmo sem qualquer terapia hormonal.
Adicionalmente, as mulheres obesas apresentam uma maior propensão a sofrerem de câncer, isso porque o excesso de gordura produz estrogênio extra após a menopausa.


*Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário