Consumo de antidepressivos aumenta em pessoas com mais de 60

Em 20 anos, o número de pessoas com idade acima de 65 anos que passaram a consumir antidepressivos duplicou. Estes são os resultados de um estudo publicado na Revista Britânica de Psiquiatria.
Os pesquisadores da Universidade de East Anglia, em Norwich, Inglaterra, entrevistaram mais de 15 mil pessoas que responderam a questões gerais sobre a sua saúde mental, atividades diárias, e medicamentos que tomavam.
Analisadas as entrevistas, os responsáveis pelo estudo identificaram um grupo de pessoas que apresentava sintomas de depressão - entre 2008 e 2011, mais de 10% dos inquiridos com idades acima dos 65 anos receberam uma prescrição para a tomada de antidepressivos. Segundo a imprensa britânica, no início de 1990 a percentagem era de 4,2%.

Para Carol Brayne, responsável pelo estudo e diretora do Instituto de Saúde Pública de Cambridge, não é certo se o aumento dos tratamentos reflete um sobre diagnóstico ou uma melhor capacidade de identificação da doença. Ainda assim, considera que esta pesquisa indica que os casos de depressão não registraram uma redução, mesmo na presença de um aumento de receitas de antidepressivos.


*Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário