Homem é condenado por racismo após publicação no Facebook

Por conta de publicações racistas feitas no Facebook, um homem de Ribeirão Preto (SP) foi condenado pela Justiça Federal a prestar 720 horas de serviços comunitários.
“Por exemplo negros no geral são desprovidos de inteligência, mas tendem a ser mais fortes, os brancos por outro lado mais fracos porém mais inteligentes e isso é o resultado da adaptação genética, impossível não perceber q existe sim diferença entre os povos, mas insistem em dizer q não”, diz uma parte do texto escrito pelo internauta.
De acordo com o portal R7, após denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a 7ª Vara Federal de Ribeirão Preto decidiu pela pena alternativa de prestação de serviços comunitários ao invés da prisão de dois anos prevista no crime de racismo.
Ainda segundo o site de notícias, ao MPF, o infrator tentou se justificar, dizendo que foi irônico e em sua defesa ainda afirmou que tem familiares e amigos negros.
Ao analisar o caso, o juiz da sentença disse que “o fato de possuir negros em sua família e em seu círculo de amigos não exclui essa conclusão” e que “não se trata de mera manifestação de opinião ou exercício da liberdade de expressão” e sim que “uma afirmação dessa natureza tem fortes colores discriminatórios”.


*Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário