Justiça nega pedido para instalação de barreiras no litoral de Sergipe

A Advocacia-Geral da União divulgou que a Justiça Federal em Sergipe negou o pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) para que o governo instalasse barreiras de proteção no literal sergipano para conter as manchas de óleo que atingem a região.
Para a juíza Telma Maria Santos Machado, da 1ª Vara Federal de Sergipe, a instalação de barreiras só deve ser feita após avaliação adequada de cada ponto atingido pelo óleo, pois a proteção de áreas vulneráveis de forma genérica não seria efetiva e corre o risco de potencializar os danos.
Machado determinou, na mesma decisão, que o Ibama aumente para 120 o número de pessoas que devem auxiliar na limpeza das praias do estado.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário