Suspeita de invadir celulares de autoridades é solta

Investigada na Operação Spoofing, Suelen Priscila de Oliveira, suspeita de invadir o celular de autoridades, teve a liberdade concedida pelo juiz federal Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília, determinou nesta última quarta-feira (2).
Segundo o G1, o juiz cumpriu, na terça-feira, a decisão da Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) que julgou um habeas corpus apresentado pela defesa de Suelen.
A decisão da Turma foi unânime e foi determinado que Suelen cumpra medidas cautelares como: comparecimento mensal à Justiça para informar e justificar suas atividades; proibição de manter contato com os demais investigados; recolher-se em casa no período noturno, compreendido entre 20 (vinte) e 06 (seis) horas, bem como nos finais de semana e feriados, entre outras.

A suspeita, que não tinha passagem pela polícia, foi presa em São Paulo junto com o marido, também investigado, Gustavo Henrique Elias Santos.


*Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário