Eleição para nova presidência do TJ-BA é suspensa após operação Faroeste

A eleição para a nova presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), marcada para acontecer na quarta-feira (20), foi suspensa após a Operação Faroeste, deflagrada na manhã desta terça-feira (19).
Estão suspensos por 90 dias, conforme determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o presidente da corte, Gesivaldo Britto, e uma das candidatas do pleito, Maria das Graças Osório Leal.
Outro candidato também está suspenso: o desembargador Olegário Caldas. Todos estão suspensos de acesso as dependências do TJ.

*Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário