Ministério da Educação anuncia saída do Mercosul

O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje que o setor não irá mais fazer parte do Mercosul. De acordo com o ministro da pasta, Abraham Weitraub, a decisão de sair foi tomada após avaliar que os investimentos nos últimos anos não trouxeram "resultados concretos".
O ministro estima "gasto de R$ 30 milhões com as reuniões". As parcerias iniciadas serão mantidas sem prejuízos, como a equivalência da educação básica de alunos que estudam fora do país e que pertencem ao bloco, assim como o sistema de acreditação de cursos de graduação do grupo (ARCU-SUL).
Bolsistas também terão benefício mantido. A principal mudança é que o Brasil deixa de participar de reuniões do bloco, passando a ter relações e acordos bilaterais na área.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário