MP-BA acompanha desenrolar da 'Faroeste' e pede responsabilização de 'práticas ilícitas'

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) informou por meio de nota, nesta sexta-feira (29), quando a Polícia Federal (PF) deflagrou mais uma fase da Operação Faroeste e o irmão da chefe do órgão estadual foi citado por um dos envolvidos, que “está acompanhando atentamente todos os atos”, mesmo sendo atribuição originária do Ministério Público Federal (MPF).
De acordo com o esclarecimento, a instituição designou a procuradora de Justiça Márcia Guedes, subcorregedora-geral do MP-BA, para acompanhar a correição na Seção de Recursos e na Secretaria da Seção de Recursos que acontece nesta sexta e também entre os dias 2 e 6 de dezembro, oferecendo amplo e irrestrito apoio às investigações.
O Ministério Público afirma ainda que espera o esclarecimento de todos os fatos e que sejam responsabilizados todos aqueles que tenham incorrido em práticas ilícitas.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário