Acusado de agredir a mulher, goleiro Jean é libertado após audiência nos EUA

O goleiro Jean, do São Paulo, acusado de agredir a esposa, foi libertado da prisão nesta última quinta-feira (19), após comparecer a uma audiência, segundo informações da Corte do Condado de Orange, em Orlando.
Jean não precisou pagar fiança porque se comprometeu a comparecer em todas as futuras audiências que forem marcadas sobre o caso. Ainda de acordo com uma funcionária da Corte, ele está proibido de entrar em contato com a vítima.
Ainda não há data marcada para uma próxima audiência e o caso continua sendo investigado pela polícia dos Estados Unidos.
Jean Paulo Fernandes, de 24 anos, foi preso na madrugada de quarta-feira, acusado de violência doméstica. A mulher dele, Milene Bemfica, postou vídeos em uma rede social em que aparece com o rosto inchado, nos quais afirma que apanhou do jogador. Ela apagou as imagens, mas elas já haviam sido copiadas por outros usuários.
Após a divulgação do caso, o São Paulo Futebol Clube anunciou que irá rescindir o contrato de Jean, que é goleiro reserva no clube.
Jean, a mulher e duas filhas pequenas estão em Orlando de férias, e tinham visitado parques da Disney dias antes da agressão, que aconteceu em um hotel em Orlando.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário