IBGE: Número de casamentos e divórcios atingem recorde no estado

No ano de 2018, pelo terceiro ano consecutivo, os casamentos tiveram, na Bahia, um movimento em sentido contrário ao do Brasil como um todo. Enquanto em todo o país ocorreu redução de 1,6% no total de casamentos civis registrados, o estado teve, pela segunda vez consecutiva, o maior aumento absoluto do país no número de uniões formalizadas.
O número de pessoas que se uniram no estado subiu de 64.578 para 68.623, o que significa um aumento de 4.045 casamentos em um ano (6,3%).
O número de uniões formalizadas no estado (68.623) atingiu assim um recorde histórico, ao analisar os dados desde 2002.
Em termos percentuais, o aumento dos casamentos na Bahia (6,3%) foi o quarto maior do país, abaixo de Pará (7,1%), Mato Grosso (7,0%) e Acre (6,8%).

Divórcios
Não foi apenas o número de casamentos que cresceu na Bahia entre 2017 e 2018 e atingiu um recorde.
O total de divórcios também avançou de forma expressiva no estado, de um ano para o outro, e chegou ao seu maior nível histórico, com 24.952 separações concedidas, 22,5% a mais do que em 2017 (20.371).
Assim, no ano passado, a cada três casamentos registrados na Bahia (2,8) era concedido um divórcio, proporção quase equivalente à média nacional (2,7 casamentos por divórcio realizado) e a menor desde 2009, quando a relação era de 5,3 casamentos por divórcio no estado.
O crescimento absoluto no número de divórcios na Bahia foi o segundo maior do país, perdendo apenas para o de São Paulo (7.043).


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário