Papa Francisco diz que Igreja está atrasada e pede reformas

O papa Francisco afirmou em mensagem de natal destinada aos cardeais e membros da Cúria romana, no último sábado (21), que a Igreja está 200 anos atrasada. Ele apelou ainda à realização de reformas e fez um alerta para os perigos na relação de "rigidez" dos membros da igreja perante os desafios atuais.
"A rigidez que vem do medo da mudança termina disseminando limitações e obstáculos no terreno do bem comum, transformando-se em um campo minado de ódio e incompreensão", afirmou o pontífice.

Também foi anunciada no sábado a limitação a cinco anos, eventualmente renovável, do posto de decano do Colégio de Cardeais, que preside a Cúria Romana. A decisão foi tomada, possivelmente, com o objetivo de diminuir o poder do decano. O papa aconselhou aos cardeais que escolham uma pessoa que não acumule outros postos simultaneamente dentro da Cúria.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário