Consumidor pode optar pela tarifa branca para reduzir conta de luz; entenda

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que os consumidores poderão optar pela tarifa branca de energia para reduzir o valor da conta de luz.
Conforme a Aneel, com a tarifa branca, o cidadão poderá verificar os horários em que a energia fica mais barata. A agência diz ser possível o consumidor reduzir em até 20% o valor da conta.
De acordo com a Aneel, a tarifa branca define os seguintes horários para o custo de energia:
  • De 0h às 17h: fora de ponta;
  • Das 17h às 18h: intermediário;
  • Das 18h às 21h: ponta;
  • Das 21h às 22h: intermediário;
  • Das 22h às 24h: fora de ponta.

"Na ponta e no intermediário, a energia é mais cara. Fora de ponta, é mais barata. Nos feriados nacionais e nos fins de semana, o valor é sempre fora de ponta", informou a Aneel.
A Aneel diz ser importante o consumidor conhecer o próprio perfil, isto é, saber em quais horários consome mais energia, optando pela tarifa branca somente se consumir mais energia nos horários fora de ponta.
Isso porque, se optar pela tarifa branca e o consumo for maior nos horários intermediário e de ponta, a conta de luz pode ficar mais cara.

Adesão
Para aderir à tarifa branca:
  • o consumidor precisa entrar em contato com a distribuidora local de energia e solicitar a mudança;
  • a empresa terá até 30 dias para instalar o novo medidor (sem custo adicional);
  • o consumidor poderá optar pelo retorno à tarifa convencional;
  • a empresa terá até 30 dias para voltar a cobrar a tarifa convencional;
  • a partir daí, haverá carência de 180 dias para o consumidor retornar à tarifa branca se quiser.

De acordo com a Aneel, "quanto maior a diferença entre a tarifa convencional e a tarifa branca fora de ponta, maior é o incentivo à adesão à tarifa branca".

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário