DataFolha aponta que 65% dos brasileiros nunca ouviram falar no AI-5

Um levantamento realizado pelo instituto DataFolha publicado na edição desta quarta-feira (1º) do jornal Folha de São Paulo revela que 65% dos brasileiros desconhecem o que representou o Ato Institucional Nº 5 (AI-5).
A pesquisa também revela que 35% dizem já ter ouvido falar do ato que representou o recrudescimento da opressão durante a ditadura cívico-militar brasileira em 1968.
Promulgado em dezembro daquele ano, o AI-5 conferiu ao presidente o poder de fechar o Congresso, Assembleias e Câmaras; e suspendeu a garantia do habeas corpus em casos de crimes políticos contra a segurança pública e ordem econômica, entre outras medidas.
No mesmo dia em que foi baixado, o ato foi responsável por fechar o congresso nacional por tempo indeterminado. No último ano, o ato institucional foi citado em ocasiões distintas pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.
Em outubro, Eduardo afirmou que se a esquerda radicalizasse uma resposta possível poderia acontecer através de "um novo AI-5”. Guedes, por sua vez mencionou o ato em uma entrevista concedida em novembro, quando comentou levantes populares pela América Latina - sobretudo no Chile.
Segundo a publicação, o índice de conhecimento do AI-5 aumentou em relação ao último levantamento realizado pelo DataFolha em novembro de 2018. Na ocasião, 82% afirmaram nunca ter ouvido falar do ato - enquanto outros 18% conheciam o ato institucional.


*Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário