Petrobras evita falar sobre reajuste no preço dos combustíveis

A Petrobras divulgou um comunicado na última sexta-feira (3) no qual evita falar sobre a decisão de reajustar o preço dos combustíveis. Em nota divulgada após o conflito entre Estados Unidos e Irã, a estatal diz que "seguirá acompanhando o mercado e decidirá oportunamente sobre os próximos ajustes nos preços".
A posição da empresa foi divulgada no mesmo dia o presidente Jair Bolsonaro conversou por telefone com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco.
Na última sexta (3), em decorrência das tensões entre Estados Unidos e Irã, o petróleo Brent subiu 3,55% e o barril fechou o dia cotado a US$ 68,60.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário