Presidente da Caixa fixa meta de reduzir juro do cheque especial para até 2% ao mês

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, quer reduzir a taxa do cheque especial para o patamar de 2% ao mês. Ele disse, em entrevista exclusiva ao GLOBO, que o banco aposta na redução da inadimplência e na ampliação da base de clientes.
Guimarães reforçou ainda a determinação de fazer uma “revolução” no financiamento habitacional no Brasil, com a nova linha de financiamento com juros fixos, sem correção, a ser anunciada em meados de março. Para viabilizar esse movimento ele já determinou à sua equipe que se debruce sobre o tema.
Nesta segunda (6) passou a valer o limite de juros para cheque especial de 8%. Em dezembro, a Caixa já havia reduzido a taxa do cheque especial para 4,95% para clientes que recebem seus salários na instituição.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário