Quase 8 mil contribuintes da Bahia recebem restituição do IR em lote residual; veja como consultar

A Receita Federal liberou nesta última quarta-feira (8) a consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda a Pessoa Física (IRPF). Na Bahia, 7.703 contribuintes terão o valor creditado, o que totaliza R$ 30.006.798,76.
Segundo a Receita, o crédito bancário será feito no dia 15 de janeiro. O lote abrange restituições dos exercícios 2008 a 2019. A maior parte é relativa ao exercício 2019: 5.388 contribuintes, num valor total de R$ 20.099.755,53.
Em relação aos demais, serão creditados os seguintes valores para o estado da Bahia:

Lote da declaração 2018: 1.064 contribuintes, totalizando R$ 4.166.328,15;
Lote da declaração 2017: 671 contribuintes, totalizando R$ 3.286.129,93;
Lote da declaração 2016: 390 contribuintes, totalizando R$ 1.634.571,97;
Lote da declaração 2015: 159 contribuintes, totalizando R$ 749.079,01;
Lote da declaração 2014: 19 contribuintes, totalizando R$ 43.262,12;
Lote da declaração 2013: 5 contribuintes, totalizando R$ 12.538,20;
Lote da declaração 2012: 2 contribuintes, totalizando R$ 5.664,99;
Lote da declaração 2011: 1 contribuinte, totalizando R$ 640,68;
Lote da declaração 2010: 1 contribuinte, totalizando R$ 4.633,70;
Lote da declaração 2009: 2 contribuintes, totalizando R$ 3.686,19;
Lote da declaração 2008: 1 contribuinte, totalizando R$ 508,29.
Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte tem três opções de consulta:

1) Pela página da Receita Federal do Brasil na Internet;

2) Pelo telefone (146 - Receitafone);

3) Pelo aplicativo "Receita Federal - Pessoa Física" para smartphones e tablets.

Malha fina
No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 700 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2019 devido a inconsistências nas informações prestadas.
Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.
Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).
Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Veja o passo a passo do extrato do IR
Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.
Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário