Governo pode arrecadar R$ 60 bi se tributar lucros e dividendos

A volta da tributação sobre lucros e dividendos, extinta em 1995, está em discussão na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O Projeto de Lei 2.015/2019 institui a cobrança de Imposto de Renda sobre a distribuição de lucros e dividendos por pessoas jurídicas a sócios ou acionistas. A Receita Federal estima arrecadar R$ 60 bilhões com a medida, quase um pré-sal.
O projeto, do senador Otto Alencar (PSD-BA), elimina a atual isenção e estabelece o percentual de 15% de Imposto de Renda, descontado na fonte.
De acordo com um estudo inédito feito pelo escritório Ulhôa Canto, a arrecadação pode chegar a 42% sobre o lucro dessas companhias, contra os atuais 34%.


*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário