89,5% da população brasileira tem preconceito contra as mulheres, diz ONU

Um estudo publicado pelo Programa das Nações Unidas (PNUD) da ONU afirma que 89,5% da população brasileira tem preconceito de gênero, em relação às mulheres, inclusive próprias mulheres.
Os preconceitos estipulados incluem que os homens seriam melhores políticos e líderes de negócios; que ir à universidade é mais importante para os homens; ou que deveriam ter um tratamento preferencial em mercados de trabalho competitivos.
A pesquisa analisou 75 país, cobrindo 80% da população global, e também concluiu que, globalmente, nove a cada dez pessoas tem posicionamentos sexistas.

*varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário