Argentina decreta fechamento total de fronteiras até o fim do mês

O governo argentino publicou decreto que determina o fechamento de todas as fronteiras (terrestres, aéreas e marítimas) a partir de hoje (27). A medida visa evitar a propagação do novo coronavírus. A Argentina tem 589 casos confirmados da doença e 13 mortes.
Apenas poderão entrar no país, até o final do dia de amanhã (28), os argentinos que estão em trânsito e já haviam passado pelos trâmites de migrações nos aeroportos, no momento do decreto.
O decreto estabelece que "até 31 de março, inclusive, (todos) devem abster-se de comparecer aos locais de trabalho e não podem circular nas ruas, estradas e espaços públicos. Somente poderão fazer saídas mínimas e essenciais para adquirir suprimentos de limpeza, medicamentos e alimentos. Durante o período do isolamento, eventos culturais, recreativos, esportivos, religiosos ou qualquer outro tipo de evento que envolva a participação de pessoas não podem ser realizados. Também está suspensa a abertura de lojas, shopping centers, estabelecimentos de atacado e varejo e qualquer outro local que exija a presença de pessoas".

O ministro de Defesa, Agustín Rossi, disse que há exceções, como o transporte e distribuição de alimentos, medicamentos e itens de higiene.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário