Homem ganha R$ 20 mil da Justiça após ser assaltado seis vezes durante trabalho

Um homem vai receber indenização de R$ 20 mil após alegar ter sido assaltado seis vezes enquanto trabalhava como transportador de valores em cheque, dinheiro e outras modalidades, a serviço de uma empresa do segmento de tabaco. Os valores chegavam ao montante de R$ 554 mil.
A decisão foi tomada pela 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA). Anteriormente, a indenização era de R$ 5 mil, mas a sentença da 37ª Vara do Trabalho de Salvador foi retomada. O vendedor, que entregava mercadorias, afirmou que, depois dos constantes roubos, desenvolveu diversos problemas de saúde, como pressão alta, angústia, temor e mania de perseguição.

Segundo a relatora, Ivana Magaldi, os funcionários da empresa realizavam atividades as quais não foram designados no momento da contratação, sendo um desvio de função, com exposição indevida a situações de risco. Pelo dano moral, a desembargadora considerou o valor de R$ 5 mil insuficiente, aumentando a indenização para mais R$ 15 mil.


*Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário