Salário mínimo atual é cerca de quatro vezes menor que o ideal, segundo Dieese

O salário mínimo atual no Brasil (R$ 1.045,00) é aproximadamente quatro vezes menor que o ideal calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo o órgão, o trabalhador deveria receber, R$ 4.366,51 para suprir despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.
O Dieese calcula mensalmente o salário mínimo ideal com base no custo da cesta básica mais cara do país, que, em fevereiro, foi a de São Paulo.
“Cada componente tem um peso, a alimentação tem um peso de 30%. Então, a gente pega a cesta básica mais cara e estima quanto deveria ser o restante. Com base em um pedaço, que é a alimentação, é estimado quanto deveria ser o todo para cobrir tudo o que um salário mínimo, em tese, deveria cobrir. É uma regra de trés com base na ponderação de um orçamento familiar. Se você ganha R$ 1000 e a alimentação, em média, pesa 30%, você vai gastar, em média, 300 reais”, explicou Nádia Vieira de Souza, economista do Diesse.


*varela notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário