Em nota, Entidades empresariais de SAJ dizem haver incoerência do Poder Municipal ao prorrogar o fechamento do comércio por mais 06 dias

Comerciantes  de Santo Antônio de Jesus divulgou uma nota na tarde desta quarta-feira, 15,  opinando sobre o Decreto Municipal que prorroga o fechamento do comércio por 06 dias. Eles dizem haver  certa incoerência da gestão ao prorrogar o fechamento do comércio, pois não deu uma justificativa.

Leia a nota na íntegra:

Os comerciantes de Santo Antônio de Jesus foram surpreendidos pelo Decreto n° 140, de 14 de abril de 2020, editado pelo Prefeito Municipal, prorrogando o fechamento do comércio.

Sabemos que o momento exige cautela, somos defensores incondicionais da vida e desde o início dessa pandemia procuramos colaborar com a prevenção da COVID-19. Inclusive, aceitando o fechamento dos 15 dias exigidos pela gestão municipal sob o argumento de estruturar a Cidade para a chegada da pandemia.

Assim, com base no Boletim Epidemiológico n° 07 do Ministério da Saúde, que autoriza as atividades comerciais em municípios com o perfil de Santo Antônio de Jesus, a expectativa de comerciantes, colaboradores e clientes, era que retomariam às suas atividades nesta quarta-feira (15/04/20). 

Decepcionados em seus esforços de organização das suas lojas, foram surpreendidos já às 18:00h do dia anterior, com a publicação de um novo decreto, dessa vez, prorrogando sem justificativas, o fechamento por mais 6 dias.

Entendemos que o momento é de união, mas essa incoerência do Poder Municipal deverá ocasionar prejuízos irreparáveis para a comunidade, fechamento de empresas, gerando desemprego e caos social.

Somos pela VIDA, pela SAÚDE e pelo engrandecimento da nossa CIDADE.

Santo Antônio de Jesus – BA, 15 de abril de 2020.
ACESAJ – Associação Comercial e Empresarial de Santo Antônio de Jesus CDL – Câmara de Dirigentes Lojista de Santo Antônio de Jesus SINCOMSAJ – Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Santo Antônio de Jesus
Bahianaweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário