Fábrica da Ford na Bahia vai produzir máscaras de proteção facial para ajudar no combate ao coronavírus

A fábrica da Ford na Bahia vai produzir máscaras de proteção facial para profissionais de saúde que estão trabalhando no combate ao coronavírus. Serão produzidas 50 mil unidades nas instalações das cidades de Camaçari e Pacheco, na Argentina. Fabricadas com lâmina de acetato e peças de suporte, as máscaras serão distribuídas sob a coordenação das secretarias de saúde e da Cruz Vermelha.
De acordo com o governador Rui Costa, em conversa realizada pela internet na manhã desta terça-feira (7), os estados do Nordeste vão receber algumas dessas máscaras.
“Eu liguei para a Ford, fabricante de carros, por ter visto uma matéria que a empresa produziria respiradores. O vice-presidente da Ford no Brasil disse que não tinha a preparação. Disse que, a partir do dia 10, ia produzir protetor facial de acrílico e fornecer para os estados no Nordeste. Muitas universidades estão trabalhando para produzir respiradores, mas é de forma artesanal, isso é, sem escala industrial. Ainda sem escala suficiente para responder à demanda que precisamos”, disse.

Diante da pandemia do coronavírus, a Ford suspendeu a produção em todas as suas fábricas da América do Sul até o dia 30 de abril e estabeleceu férias coletivas para os funcionários.
A equipe que vai trabalhar na confecção das máscaras será formada exclusivamente por voluntários, respeitando as regras de distanciamento social e obedecendo aos protocolos de proteção.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário