Preso da Faroeste, advogado que alegou 'contato' com a Covid-19 para escapar é preso

O advogado Vanderlei Chilante, um dos alvos de mandado de prisão da 5ª fase da Operação Lava-Jato, foi encaminhado para o Centro de Custódia de Cuiabá, no Mato Grosso. Ele tinha "escapado" do cumprimento apresentando um atestado médico que dizia ter mantido contato com uma pessoa com suspeita da Covid-19.
Chilante foi flagrado durante a entrega de 250 mil reais para compra de uma sentença judicial. Ele é apontado como intermediário do produtor Nelson Vigolo, dono do Grupo Bom Jesus, e já devia cumprir regime fechado. E em razão do atestado, cumpria prisão domiciliar até o último dia 31 de março, quando Og Fernandes, relator do caso, ordenou sua transferência, segundo a revista Crusoé.

A operação apura compras de sentenças por desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia.

*BahiaNotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário