Quinze vezes mais barato, respirador criado na USP é aprovado em testes finais

O ventilador pulmonar emergencial criado “Inspire”, criado por engenheiros da Escola Politécnica da USP, passou pelas etapas finais de testes. O respirador pode ser produzido em até duas horas e é 15 vezes mais barato do que ventiladores convencionais. Agora, ele deve ser enviado para aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No mês de abril, foram realizados testes com pacientes humanos. Os testes foram realizados com quatro pacientes e o respirador foi considerado aprovado em todos os modos de uso. Não houve nenhum problema com os pacientes ventilados. Segundo o responsável pelo projeto, Raul González Lima, a fabricação do modelo, no entanto, não é feita pela faculdade. Qualquer empresa poderá produzir o respirador, desde que tenha a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“O objetivo era ter medidas na frequência da respiração do paciente, para permitir a sincronização do fornecimento de oxigênio do aparelho com a frequência respiratória. Foram testadas várias frequências respiratórias, porque havia controle das variáveis, tais como pressão e vazão”, explicou o pesquisador.

*VarelaNotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário