Transmissão do coronavírus na Bahia reduz 27% após medidas adotadas pelo governo, diz estudo

Um estudo feito pela Rede CoVida apontou uma redução na transmissão do coronavírus em 27% na Bahia, após as medidas restritivas adotadas pelo Governo do Estado.
O estudo é faz parte de um projeto de colaboração científica do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com apoio de colaboradores de outras instituições de pesquisa nacionais e internacionais.
Conforme os dado da pesquisa, o distanciamento e isolamento social e a redução no fluxo de transportes públicos contribuíram para a diminuição da intensidade em relação ao aumento de casos do coronavírus na Bahia, reduzindo a taxa de contagio.
A matemática Juliane Oliveira, pesquisadora do Cidacs, afirmou que a previsão era de 800 casos de infectados em meados de março. Porém, neste período, pouco mais de 400 foram notificado.

“Na Bahia, as medidas foram implementadas no dia 17 de março e ajudaram a controlar a circulação de pessoas para que não houvesse um aumento de novos casos da doença. Foi por causa dessas medidas que no dia 26 de março já conseguíamos perceber uma queda no número de infectados na Bahia. Tínhamos previsto 800 casos para meados de março, porém só tivemos a confirmação de um pouco mais de 400. Esses dados refletem a importância do isolamento social que serve pra conter a proliferação do vírus”, explicou.

*varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário